10 passos para alimentação e hábitos saudáveis - do nascimento aos 2 anos de idade

quarta, 10 de abril de 2019 às 11:50:00
Foto: Pixabay

A introdução alimentar costuma gerar muitas dúvidas aos pais. Para ajudá-los o Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná da 8ª Região (CRN-8) separou algumas dicas baseadas no material da Unicef: 10 passos para alimentação e hábitos saudáveis - do nascimento aos 2 anos de idade.

A apostila da Unicef foi produzida para orientar a população quanto a alimentação da criança, até os dois anos de idade de forma saudável e também para adquirir o gosto por estes alimentos. A nutricionista Thatiely Schwarzbach de Souza Garcia, conselheira da gestão 2018-2021 do CRN-8, separou algumas dicas, confira!

Passo 01 - Amamentação

Só leite materno nos primeiros seis meses.

Dicas

1- O leite materno tem tudo de que o bebê precisa até os 6 meses. Não precisa consumir chá, sucos ou água. O leite materno já contém a água que o bebê necessita, mesmo em locais muito quentes.

2- Bebê dormindo ou com sono não mama. Geralmente o bebê acorda quando está com fome. Amamente sem horários, sem marcar por quanto tempo ele mama. Ele sabe!

3- A mãe que amamenta é que precisa beber muita água!!!

4- Durante a mamada, o leite que sai primeiro tem mais água e o que sai no final sustenta mais.

IMPORTANTE

A criança que só mama no peito até o sexto mês cresce, tem mais saúde, adoece menos e desenvolve melhor o cérebro.

Passo 2 - Não oferecer açúcar

1- O açúcar no chá ou em outro líquido vai atrapalhar o aleitamento materno e pode deixar o bebê mais agitado.

2- O mel não pode ser oferecido no primeiro ano de vida, pois pode conter bactérias perigosas para o bebê. Após o primeiro ano de vida, deve ser evitado, pois é muito doce.

IMPORTANTE

O bebê que experimenta açúcar nos primeiros dois anos vai ter maior preferência por doces e alimentos não saudáveis por toda a vida.

Passo 3 - Sexto mês de vida, momento para novos alimentos

  • Introdução alimentar – 6 e 7 meses

1 - A partir dos 6 meses, além de o leite materno, oferecer uma fruta pela manhã, o almoço (legumes, frango ou peixe ou carne) e outra fruta pela tarde.

2 - A partir dos 7 meses, incluir o jantar (legumes, frango ou peixe ou carne).

É importante continuar amamentando a criança até os 2 anos

Da alimentação de bebê para a alimentação da família

  • Dos 8 aos 12 meses

Aos poucos, passar para a mesma alimentação da família, desde que tenha pouco sal, temperos e óleo.

  • Dos 12 aos 24 meses

01- Alimentação da família com preparações caseiras feitas com alimentos e temperos naturais. Continuar usando pouco óleo e sal.

02- Estimular o bebê a comer alguns alimentos com as mãos e sozinho com a colher.

IMPORTANTE

Para o bebê ter hábitos alimentares saudáveis, a alimentação da família tem que ser saudável.

Passo 4 - Criança com fome come comida de verdade

01- Não substitua a refeição; ofereça-a mais tarde

02- No começo, os bebês comem pouco! Por isso, continuar amamentando é tão importante.

IMPORTANTE

Oferecer as frutas e as refeições (almoço e jantar) no momento em que o bebê mostrar sinais de fome. Dessa forma, ele vai comer quantidades suficientes para ter todas as vitaminas de que precisa para crescer.

Passo 5 - Estimular o bebê a mastigar

01- A mastigação vai fortalecer a bochecha do bebê, ajudar na formação dos dentes e no desenvolvimento da fala.

02- A refeição do bebê tem que ser espessa, nada de caldos ou sopas ralas.

03- Oferecer os alimentos amassados. Nunca passe no liquidificador ou na peneira.

04- A partir dos 9 meses, a criança já consegue mastigar alimentos de consistência igual à da família.

IMPORTANTE

Mesmo sem dentinhos, os bebês conseguem esmagar e engolir os alimentos.

Passo 6 - Oferecer alimentos saudáveis: grãos raízes, carnes, frutas e verduras

Alguns exemplos de almoço e jantar para o bebê

  • aipim, peixe, abóbora
  • Arroz, feijão, quiabo
  • Fubá, carne, folha verde
  • Cará, galinha, folha verde
  • Arroz, ovo, abobrinha
  • Tapioca, peixe, ervilha
  • Batata, fígado, maxixe
  • Macarrão, carne, cenoura
  • Batata, peixe, pupunha

REGRA DOS TRÊS:

Um alimento de cada grupo nas refeições (almoço e jantar)

GRUPO 1

Arroz, aipim, batatas, cará, inhame, macarrão, fubá, farinha de milho, farinha de mandioca, batata-baroa, batata-doce, tapioca.

GRUPO 2

Peixe, carne de boi, carne de porco, galinha, ovo, feijões, grão-de-bico, lentilha, algaroba, fígado, miúdos, sorgo.

GRUPO 3

Abóbora, cenoura, beterraba, quiabo, folhas verdes, abobrinha, ervilha torta, chuchu, couve-flor, pupunha, caruru, alfavaca, jambu.

Ao preparar as refeições, usar um alimento de cada grupo.

As possibilidades são muitas!

IMPORTANTE

Alimentos com muito sal, gordura, açúcar e corantes fazem mal para a saúde de qualquer pessoa, principalmente para a dos bebês.

Passo 7 - Verduras, legumes e frutas

1 - Escolher os alimentos de diferentes cores para preparar a refeição do bebê.

2 - Se o bebê não aceitar bem um determinado alimento, não se preocupe, oferecer novamente em outro dia.

3 - Variar as verduras, os legumes e as frutas garantem as vitaminas de que o bebê precisa.

IMPORTANTE

Use o colorido dos alimentos para a refeição ficar divertida

Leve o bebê para a feira ou o mercado e mostre as maravilhas da natureza. Aproveite para conversar e dizer o nome dos alimentos e suas cores.

 

Passo 8 - Antes dos 2 anos, nada de doces, biscoitos, salgadinhos, café, refrigerantes ou gelatina

1-Mesmo após os 2 anos evitar todos esses produtos.

É desta forma que se formam os hábitos alimentares saudáveis

2- Não ofereça alimentos com açúcar, muito sal ou muita gordura para as crianças experimentarem, pois o “gosto” está em formação.

A oferta desses alimentos atrapalha o consumo de alimentos nutritivos como verduras, legumes e frutas.

IMPORTANTE

Os primeiros dois anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento da criança e de hábitos alimentares saudáveis.

Passo 9 - Lave bem as mãos, os alimentos e os utensílios

1- A limpeza dos alimentos, utensílios e das mãos evitam doenças como a diarreia.

2- A mamadeira e a chupeta podem ser objetos para a criação de germes. Além disso, beber água no copo ajuda no desenvolvimento do bebê.

IMPORTANTE

Agora que o bebê está consumindo outros alimentos, tem que tomar água.

Passo 10 - Bebê ativo é bebê saudável e feliz

1- Os hábitos saudáveis se iniciam nos primeiros dois anos de vida, por isso, o bebê deve ser estimulado a ser ativo para crescer esperto e saudável.

2- Leve o bebê para passear, mesmo que caminhe com auxílio.

É importante saber: bebê acima do peso não significa bebê saudável

Bebês acima do peso depois dos 6 meses podem se tornar crianças gordinhas e até adolescentes obesos!