CUIDADOS NO VERÃO: A IMPORTÂNCIA DE SE MANTER HIDRATADO

segunda, 27 de janeiro de 2020 às 10:00:00
cuidados-no-verao-site.jpg

A água é essencial para a vida, pois, apesar de conseguirmos sobreviver por algumas semanas sem comida, é impossível sobreviver sem água por mais que poucos dias. A nutricionista Professora Dra. Thais Mezzomo CRN-8 3526, também conselheira do CRN-8, fala sobre desidratação e dá dicas de como se manter hidratado no verão.

De acordo com a dra. Thais, a desidratação é caracterizada pela diminuição da água corporal e ocorre quando há redução da ingestão, perda de água, ou quando há associação desses fatores. “Os sinais e sintomas da desidratação variam de acordo com a intensidade do quadro. Um dos principais indícios é a sede. Conforme a ausência de líquidos se intensifica, indicações de boca seca, fadiga, tontura, indisposição e desatenção ficam mais evidentes", explicou a nutricionista.

Thais também salienta que no verão, especialmente, o cuidado com a hidratação deve ser maior devido as perdas aumentadas de água. “A desidratação pode ser evitada com boa alimentação e ingestão de líquidos”.

Confira as dicas abaixo:

  • Programe a sua recomendação diária de líquidos com garrafinhas de água! Ao acordar, já aproveite para começar o consumo hídrico.
  • Aposte em águas saborizadas ao invés de sucos açucarados e com aditivos! Adicione cravo, canela, hortelã, gengibre, rodelas de frutas cítricas ou polpa de maracujá à sua garrafa d’água. Sempre diversifique!
  • Chás gelados, sucos naturais de frutas e frutas ricas em água como melancia e melão também auxiliam na hidratação! É possível fazer picolés de frutas naturais para consumir nesta época, com pouca adição de açúcares e sem corantes. Escolha frutas de sua preferência, adicione-as em uma picoleteira juntamente com suco natural de sua preferência (acerola, laranja, maracujá, limão, manga, morango ou abacaxi e, caso prefira, adoce a gosto. Leve ao freezer e quando ganhar consistência coloque os palitos. Deixe congelar. Assim, terá uma opção saudável para se refrescar nesta época.
  • Lembre-se que bebidas alcoólicas são diuréticas e desidratam o organismo, portanto, ao consumi-las, intercale com água, assim se evita este malefício e a ressaca posterior.
  • A quantidade de água necessária para o bom funcionamento do organismo é variável, entretanto, o Instituto de Medicina (2006) publicou as seguintes recomendações para ingestão diária de água conforme o sexo e a faixa etária:

    Recomendação diária para ingestão adequada (IOM, 2006)

    IDADE

    ÁGUA TOTAL

    (alimentos e bebidas) (L/dia)

    BEBIDAS

    (incluindo a água) (L/dia)

    BEBIDAS

    (incluindo a água) (copos/dia)

    0 a 6 meses

     

    0,7 – leite materno

     

    7 a 12 meses

    0,8

    0,6

    3

    1 a 3 anos

    1,3

    0,9

    4

    4 a 8 anos

    1,7

    1,2

    5

    9 a 13 – masculino

    2,4

    1,8

    8

    9 a 13 – feminino

    2,1

    1,6

    7

    14 a 18 – masculino

    3,3

    2,6

    11

    14 a 18 – feminino

    2,3

    1,8

    8

    19 a 70 – masculino

    3,7

    3,0

    13

    19 a 70 - feminino

    2,7

    2,2

    9

    Gestante

    3,0

    2,3

    10

    Mulheres em amamentação

    3,8

    3,1

    13

    Obs: European Food Safety Authority – H:2,5 L M: 2,0 L