Nutricionistas obtêm reconhecimento e CRN-8 conquista vagas e participa do Controle Social do SUS

quinta, 13 de junho de 2019 às 12:00:00
WhatsApp Image 2019-06-13 at 10.56.16.jpeg

A 12ª Conferência Estadual de Saúde do Paraná aconteceu entre os dias 11 e 13 de junho, na Expo Unimed, em Curitiba, e foi marcada por duas importantes conquistas dos profissionais de Nutrição representados pelo Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região (CRN-8). A entidade tem agora uma vaga de titularidade para participar da próxima gestão do Conselho Estadual de Saúde (gestão 2020-2024) e, além disso, enviará uma delegada para a  16ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá no dia 4 de agosto, em Brasília/DF. O incremento da participação da categoria nos fóruns do Controle Social foi determinante para isso.

Segundo a presidente do CRN-8, Deise Regina Baptista (CRN-8 699) trata-se de motivo para comemoração.  "Nutricionistas de todo o estado participaram da Conferência e isso fortalece a categoria, o que é muito importante para que possamos contribuir para promoção da saúde por meio da Segurança Alimentar Nutricional e do Direito Humano à Alimentação Saudável e Adequada". A nutricionista Caroline Camargo Poluceno, que esteve presente na 12ª Conferência, também comemorou as conquistas e convocou os profisisonais de Nutrição para a participação nas reuniões programadas pelo CRN-8. "É importante participar mais do Conselho para dar maior capilaridade nas nossas ações e fortalecer a categoria no estado", afirmou.

Maior participação

A atuação das delegadas do CRN-8 na Conferência foi determinante para as conquistas. Jhulie Rissato da Silva (CRN-8 3335) e Juliana Bertolin Gonçalves (CRN-8 2401), as duas delegadas natas, participaram ativamente do evento, juntamente com Ana Paula Balemberg Bonin (CRN- 3065), Paula Roberta Martins Rodrigues (CRN-8 3138), Ana Daniela de Lima da Silva (CRN-8 7278) e Andréia Bohnenberger (CRN-6255). Além delas, também estiveram presentes as delegadas Aline Sobania Hiittener (CRN-8 3567), Carolina Camargo Poluceno (CRN-8 1984), Vanessa da Rocha Chapanski (CRN-8 2844).

O incrementto da participação de nutricionistas no Controle Social do SUS ficou patente já nos fóruns do Conselho Estadual de Saúde e na Plenária de Trabalhadores de Saúde, quando foram definidas as vagas para delegados na Conferência. As nutricionistas se destacaram na defesa de uma maior participação da categoria na Conferência, dada a imporância do reconhecimento da categoria no importante momento que atravessa, caracterizado por sua representatividade e capilaridade.

O resultado foi o aumento do número de delegadas nutricionistas na 12ª Conferência e a valorização profissional reconhecida com a conquista de representações na 16ª Conferência Nacional e no Conselho Estadual de Saúde. Segundo a delegada Aline Sobania Hiittener, o aumento na participação efetiva do CRN-8 na Conferência é uma evolução, mas ainda há muito caminho a percorrer. “Precisamos nos fortalecer, enquanto entidade, com nutricionistas de outras regionais de saúde do estado, visando o fortalecimento da categoria no Controle Social”, disse.

Novos desafios

Jhulie Rissato foi selecionada para representar, como delegada titular, o CRN-8 na 16ª Conferência Nacional de Saúde e Ana Bonin ficou definida como delegada suplente. “É bem importante essa participação no controle social porque é ali que são definidas as demandas de saúde do estado, não só a questão de como o governo vai trabalhar para a saúde dos paranaenses, mas também como se deve dar isso na visão do trabalhador”, enfatiza Jhulie. A participação no Conselho Estadual de Saúde também foi comentada por ela como fortalecimento da Nutrição. "É um momento de discussão e de debate acerca da gestão do SUS, por isso é muito importante".

Jhulie participou ativamente da sub-comissão de relatoria na 12ª Conferência, a equipe responsável por fazer a sistematização das propostas que vieram dos vários municípios do Paraná e distribuir entre os grupos para discussão, durante a Conferência. As propostas que foram aprovadas vão para o caderno do relatório de gestão, isto é, passam a fazer parte dos itens que orientarão os próximos cinco anos de gestão do Governo do Estado. Durante o evento foram tratados assuntos como a carga horária do profissional de saúde e estabelecimento do plano de carreira no Governo.